Archive Pages Design$type=blogging

Para se eleger, Dilma posou de mãe dos pobres, mas tira do povo para dar aos bancos.

O que explica a arrogância de Dilma, mesmo diante de tantas ameaças? Como pode se sentir tão segura? Você deve estar se perguntando como...

O que explica a arrogância de Dilma, mesmo diante de tantas ameaças? Como pode se sentir tão segura?

Você deve estar se perguntando como é possível que uma presidente com apenas 7% de aprovação popular, investigada em processos sobre crime eleitoral no TSE, investigada por crime de responsabilidade fiscal no TCU, que perde cada vez mais o respaldo do congresso continue a desafiar o bom senso e agir com arrogância perante o resto da nação.

Dilma continua a fazer pouco das críticas, mesmo sendo diretamente responsável pelo desastre na economia que já causou a demissão de mais de um milhão de chefes de família, a falência de milhares de empresas e o cancelamento de milhões de pedidos na indústria. A incompetência demolidora de Dilma está provocando o maior retrocesso de toda a história da economia nacional e um processo de desindustrialização irreversível.

A presidente da república demonstra ainda  extrema falta de sensibilidade ao impor aumentos abusivos nas tarifas de energia e nos preços dos combustíveis, mesmo sabendo que estes aumentos provocam ainda a elevação nos preços dos alimentos, produtos e serviços, sacrificando ainda mais o trabalhador.

A perversidade de Dilma contra o trabalhador parece não ter limites. Mesmo diante de tantas adversidades impostas àqueles que acordam cedo e se sacrificam para manter uma vida minimamente digna, Dilma ainda sonega seus direitos, cortando benefícios sagrados como o acesso ao seguro desemprego, pensões e até mesmo projetos que autorizam as empresas a reduzir os salários de seus funcionários.

Dilma não se envergonha por ter mentido tanto ao povo para conseguir se eleger. Prometeu ampliar o Bolsa Família, mas está promovendo o maior corte de benefícios desde a criação do programa. Jurou que aumentaria os investimentos no programa Minha Casa, Minha Vida, mas o que fez foi simplesmente paralisar todos os projetos.

Prometeu ampliar os investimentos em educação com o slogan "Pátria Educadora", mas logo que assumiu seu segundo mandato, cortou R$ 7 bilhões no orçamento para a educação, limitou o acesso ao Fies e criou dificuldade inclusive para os alunos que já faziam parte do programa.

Para se eleger, Dilma se passou por mãe dos pobres. Para se manter no poder, virou a mãe dos bancos


O ajuste fiscal imposto pelo governo Dilma tem o objetivo de cortar cerca de R$ 80 bilhões do orçamento, o que está agravando ainda mais a qualidade dos serviços públicos, com a precarização do sistema de saúde e ensino.

Não bastasse a fantástica sequência de mentiras e traições, Dilma ainda é apontada pela maioria do povo brasileiro como uma das responsáveis pelos desvios na Petrobras. A maior parte da população também acredita que Dilma se elegeu com dinheiro desviado da estatal.

Diante de todos estes fatos, o que explicaria a combinação de tanta perversidade e arrogância? A resposta é simples: Dilma não precisa mais de votos nem do povo. O que Dilma precisa no momento é de segurança para continuar no poder. Neste caso, ela precisa agradar apenas os bancos, os verdadeiros donos do Brasil.

Dilma é a mãezona dos Bancos e a madrasta vampira dos pobres

Dilma sabe que quanto maior a crise, melhor para os bancos. Os aumentos nos juros que o governo promoveu nos últimos meses elevaram a dívida pública em 17,28%, alcançando R$ 2,5 trilhões,  com juros de sua administração para generosos 3,5% em junho, para alegria dos bancos.

As previsões para o ano de 2015 são bastante animadoras (para os bancos). De acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional, a dívida pública pode chegar ao patamar máximo de R$ 2,6 trilhões no fim deste ano. ou se preferirem,  R$ 305 bilhões a mais em relação ao fechamento de 2014.

Em 2015, os vencimentos de títulos públicos previstos somam R$ 571 bilhões, ao mesmo tempo em que os encargos da dívida pública totalizam R$ 63 bilhões. O governo prevê o uso de R$ 147,1 bilhões do orçamento para pagar os vencimentos neste ano.

O PT é o partido que mais favoreceu os bancos em toda a história do Brasil. Em condições normais de mercado, as instituições financeiras levariam cerca de 80 anos para crescer o que conseguiram em apenas 12 anos de governo petista. Nem os banqueiros acreditavam que um partido de esquerda poderia ser "tão bacana".

Os aumentos nos preços dos combustíveis, da energia elétrica, nos juros e o corte  de R$ 80 bilhões em investimentos exigido pelo ajuste fiscal, a privatização de setores da Petrobras e da Caixa Econômica, a venda de milhões em ações do Banco do Brasil são medidas feitas sob encomenda dos banqueiros, para atender os interesses dos bancos e servem apenas para assegurar o pagamento de juros da dívida pública aos bancos. Quanto mais Dilma mantém os juros altos, mais penalizado é o povo e mais os bancos arrecadam.

Veja o teste de DNA que comprova a paternidade do PT dos bancos

Apenas no primeiro trimestre do ano, todas as 317 empresas com ações negociadas na Bovespa lucraram R$ 25,7 bilhões no primeiro trimestre do ano. O resultado representa uma queda de R$ 18,2 bilhões nos ganhos, ou 41,4%. Muitas empresas sequer tiveram lucro no período.

Já no caso dos bancos, a situação é inversa.As 25 empresas do setor faturaram R$ 17,7 bilhões em apenas tr}es meses, de janeiro a março. Isso significa um crescimento de 42,8% em comparação com o ganho de R$ 12,4 bilhões em relação ao mesmo período de 2014. Mesmo diante da crise, os bancos tiveram o maior lucro entre os 24 setores pesquisados pela Consultoria Economatica. 14 tiveram queda na lucratividade.

Enquanto as maiores empresas do país apresentaram queda de 41,4% nos ganhos, os bancos faturaram 42,8% a mais no mesmo período analisado.

Não existe banco bonzinho. Eles podem até ser úteis em determinadas circunstâncias, mas diante de dificuldade de seus clientes, todos agem como agiotas. Em outras circunstâncias, e sem nenhum exagero, os bancos são como vampiros que não se importam em sugar o sangue de suas vítimas até a morte. Dilma é apenas uma traidora que mentiu ao povo se passando por mãe dos pobres apenas para ganhar mais quatro anos de mandato para continuar a defender os interesses daqueles que a sustentam no poder: os bancos.

 @muylaerte
____________________________________________

COMMENTS

Nome

amigo de lula Artigos Boneco do Lula Brasil Brasil Corrupção Brasil. Corrupção Bumlai censura Collor Corrpuçãp corrupção Delcídio do Amaral Dilma Facebook Filho de Lula Fora Sarney Fraude na Mega Sena Giro Notícias Havaianas FRIBOI impeachment Joaquim Levy Jogo do Pixuleco Lula Lula milionário Lulazilla Mais Lidas Marcelo Odebreacht Marcelo Odebrecht Marina Marina Silva Mark Zuckerberg Mega Sena Michel Temer milionário Mundo Nora de Lula Papa Francisco PMDB Política PT Rede Sustentabilidade Sergio Moro Sérgio Moro Vatileaks Whatsapp
false
ltr
item
SINTESE NEWS: Para se eleger, Dilma posou de mãe dos pobres, mas tira do povo para dar aos bancos.
Para se eleger, Dilma posou de mãe dos pobres, mas tira do povo para dar aos bancos.
http://1.bp.blogspot.com/-qXa3Ga-CSKU/VbaWkrvrwXI/AAAAAAAADUM/Go-JjpfzEZc/s640/Dilma%2Bposou%2Bde%2Bm%25C3%25A3e%2Bdos%2Bpobres.%2BPara%2Bse%2Bmantes%2Bno%2Bpoder%252C%2Bviraou%2Bm%25C3%25A3e%2Bpara%2Bos%2Bbancos.jpg
http://1.bp.blogspot.com/-qXa3Ga-CSKU/VbaWkrvrwXI/AAAAAAAADUM/Go-JjpfzEZc/s72-c/Dilma%2Bposou%2Bde%2Bm%25C3%25A3e%2Bdos%2Bpobres.%2BPara%2Bse%2Bmantes%2Bno%2Bpoder%252C%2Bviraou%2Bm%25C3%25A3e%2Bpara%2Bos%2Bbancos.jpg
SINTESE NEWS
http://sintesenews.blogspot.com/2015/07/para-se-eleger-dilma-posou-de-mae-dos.html
http://sintesenews.blogspot.com/
http://sintesenews.blogspot.com/
http://sintesenews.blogspot.com/2015/07/para-se-eleger-dilma-posou-de-mae-dos.html
true
6712399305739774324
UTF-8
Nada encontrado VER TODOS Leia mais Responder Cancelar Deletar By Home PÁGINAS POSTS Ver tudo ARTIGOS RECOMENDADOS MARCADOR ARQUIVO PESUISE Not found any post match with your request Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago