Archive Pages Design$type=blogging

Governo prevê acirramento da crise e dos ânimos para protestos do dia 16, após prisão de José Dirceu

A prisão de José Dirceu ocorre justamente no momento em que o governo se preparava para uma ofensiva visando recuperar a simpatia da popu...


A prisão de José Dirceu ocorre justamente no momento em que o governo se preparava para uma ofensiva visando recuperar a simpatia da população. O marqueteiro João Santana havia elaborado uma estratégia completa, incluindo um programa e outras propagandas para o partido. Dilma havia se comprometido a aumentar sua exposição e estava disposta a viajar pelo país inaugurando pequenas obras, seguindo os conselhos de Lula. A 17ª fase da Operação Lava Jato pôs tudo a perder.

Os problemas são maiores ainda. O governo avalia que a prisão do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu acirra mais os ânimos contra o PT e a presidente Dilma Rousseff e aumenta o clima de beligerância no País num momento crucial, em que ela precisa de apoio para enfrentar a pressão dos que querem o impeachment. Auxiliares de Dilma temem que a investigação atinja o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mesmo sem provas concretas.

O assunto foi tratado em conversas reservadas entre ministros, na segunda-feira, 3, antes da reunião de coordenação política. A ordem no Planalto é blindar Dilma do novo escândalo, que tem potencial para dar munição aos protestos marcados para o dia 16, em todo o País, contra o governo e a corrupção.

A prisão de Dirceu na 17.ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Pixuleco, também provocou preocupação na cúpula do PT. Dirigentes da corrente majoritária Construindo um Novo Brasil, de Lula e Dirceu, discutiram os desdobramentos da crise na segunda-feira, em Brasília, e nesta terça-feira, 4, haverá reunião da Executiva Nacional. Petistas receberam informações de que integrantes da Polícia Federal e do Ministério Público estariam dizendo aos presos: "Se você entregar o Lula, sairá rapidinho."

Em nota, o presidente do PT, Rui Falcão, refutou as acusações de que o partido teria realizado operações financeiras ilegais ou participado do esquema de corrupção na Petrobras, conforme relato no acordo de delação premiada feito pelo lobista Milton Pascowitch. A nota não cita Dirceu. Pascowitch acusou o ex-ministro de comandar o desvio de recursos na estatal e disse ter entregue R$ 10,5 milhões na sede do PT, em São Paulo.

Berlinda

A investigação da PF joga novamente os holofotes sobre o PT, dez anos depois do escândalo do mensalão. Agora, o receio do Planalto e do partido é de que novas delações compliquem mais o cenário político. Dirceu foi homem forte do PT e do governo Lula e ainda tem influência sobre a legenda. "A Polícia Federal e o juiz Sérgio Moro não deixam a gente entrar na agenda positiva", disse um ministro ao Estado.

Na semana passada, o governo achava que o reinício dos trabalhos do Congresso seria difícil, principalmente por causa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), que rompeu com Dilma e tem o nome envolvido na Lava Jato. Assessores da presidente acreditavam, porém, que a denúncia contra Cunha - acusado pelo lobista Júlio Camargo de cobrar propina de US$ 5 milhões - poderia desviar o foco da pressão sobre Dilma.

Agora, o diagnóstico é de que tudo vai piorar. Amigos de Dirceu disseram ao jornal "O Estado de S. Paulo" que ele esperava a prisão e, por isso, está "tranquilo". Apesar de magoado com Dilma e com Lula, sob alegação de que não o teriam defendido, o ex-ministro não pretende apontar o dedo para ninguém.

O ministro da Defesa, Jaques Wagner, disse que o esforço do governo é evitar que os problemas na política contaminem a economia. "A gente dorme e acorda com uma notícia dessas. Do ponto de vista do ambiente de negócios, essa é a preocupação, porque precisamos ter estabilidade. As investigações seguem e o País também segue, com suas empresas e a economia funcionando."

Irritado com acusações da oposição, que tentaram associar Dirceu a Lula e Dilma, o senador Jorge Viana (PT-AC) partiu para o ataque. "A oposição está num papel muito apequenado e não aguenta nem meia Lava Jato", reagiu. "Por que se apura a ação de algumas figuras e de alguns partidos e não se apura de outros? É um jogo de cartas marcadas?"

A resposta é óbvia: não há o que apurar sobre outras figuras e outros partidos, excetuando-se o PT e a base aliada do governo. Caso apareçam outros personagens nas investigações, eles certamente serão investigado.

 (Colaboraram Rafael Moraes Moura e Isadora Peron) Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

@muylaerte
____________________________________________

COMMENTS

Nome

amigo de lula Artigos Boneco do Lula Brasil Brasil Corrupção Brasil. Corrupção Bumlai censura Collor Corrpuçãp corrupção Delcídio do Amaral Dilma Facebook Filho de Lula Fora Sarney Fraude na Mega Sena Giro Notícias Havaianas FRIBOI impeachment Joaquim Levy Jogo do Pixuleco Lula Lula milionário Lulazilla Mais Lidas Marcelo Odebreacht Marcelo Odebrecht Marina Marina Silva Mark Zuckerberg Mega Sena Michel Temer milionário Mundo Nora de Lula Papa Francisco PMDB Política PT Rede Sustentabilidade Sergio Moro Sérgio Moro Vatileaks Whatsapp
false
ltr
item
SINTESE NEWS: Governo prevê acirramento da crise e dos ânimos para protestos do dia 16, após prisão de José Dirceu
Governo prevê acirramento da crise e dos ânimos para protestos do dia 16, após prisão de José Dirceu
http://4.bp.blogspot.com/-zzH8KpTqXUY/VcCUVzALanI/AAAAAAAADiU/g6GfdnCW_NQ/s640/dilma%2Be%2Bdirceu%2Bsintese%2Bnews%2B3.jpeg
http://4.bp.blogspot.com/-zzH8KpTqXUY/VcCUVzALanI/AAAAAAAADiU/g6GfdnCW_NQ/s72-c/dilma%2Be%2Bdirceu%2Bsintese%2Bnews%2B3.jpeg
SINTESE NEWS
http://sintesenews.blogspot.com/2015/08/governo-preve-acirramento-da-crise-e.html
http://sintesenews.blogspot.com/
http://sintesenews.blogspot.com/
http://sintesenews.blogspot.com/2015/08/governo-preve-acirramento-da-crise-e.html
true
6712399305739774324
UTF-8
Nada encontrado VER TODOS Leia mais Responder Cancelar Deletar By Home PÁGINAS POSTS Ver tudo ARTIGOS RECOMENDADOS MARCADOR ARQUIVO PESUISE Not found any post match with your request Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago